01/05/2022 09:00

A importância de confiar nas promessas de Deus

É uma certeza universal que Deus nos ama. Provavelmente, se perguntássemos para todas as pessoas no mundo: “Deus ama seus filhos?”, uma resposta afirmativa surgiria na grande maioria das vezes. Sendo assim, porque é tão difícil aceitarmos que Ele realmente nos ama, e sempre tem os melhores caminhos reservados para nós? 

 

O Evangelho de hoje (Jo 21, 1-19) nos convida a revisitar as águas que presenciaram a pesca milagrosa. João nos narra sobre a terceira aparição de Jesus aos discípulos após a Tua Ressurreição. Visita em meio a vida cotidiana ao qual estavam acostumados antes de Cristo: no ofício da pescaria. 

 

Ou seja, estavam presos nos velhos hábitos, e não dedicando-se a serem pescadores de homens, assim como Jesus tinha os convidado a ser. Quando Jesus apareceu, primeiramente os discípulos não o reconheceram, e Ele ficou ciente das dificuldades que estavam enfrentando para pescar. 

 

"Perguntou-lhes Jesus: “Amigos, não tendes acaso alguma coisa para comer?”. – “Não”, responderam-lhe." (Jo 21, 5)

 

Após isso, Jesus disse a eles para tentarem novamente e nisso, a pesca milagrosa aconteceu, Deus manifesta o Teu poder e Sua glória pelo símbolo da pesca e da comida. E assim, nesse simbolismo, Cristo reafirma a vocação de seus discípulos: a de jogarem as redes, e pescarem cada vez mais almas para perto de Cristo. 

 

"E depois de assim ter falado, acrescentou: “Segue-me!” (Jo 21, 19) 

 

Imagino que não deve ter sido fácil para os discípulos, depois de tanto cansaço e esforço, acreditarem nas palavras de Cristo, e reunirem forças para jogarem novamente as redes. 

 

Mas esse é exatamente o convite que Cristo nos faz: jogar a rede mais uma vez! A vida às vezes pode ser bem complicada, cheia de dificuldades e tristezas. E é nesses momentos que não podemos nos esquecer que Jesus permanece conosco, andando a nosso lado e nos protegendo de qualquer mal. 

 

Nada nos acontece sem a permissão do Pai, Ele sabe o que cada um aguentamos, Ele sabe tudo que nos é necessário para uma vida santa. E, mesmo que seja necessário o sofrimento em determinados momentos, Ele está junto de nós, nos amando e nos mantendo fortes. 

 

Pois confiemos então em cada um dos planos que Deus nos reserva, tendo a certeza de Seu infinito e imenso amor por nós!