14/05/2019 09:15

Maio, Mês de Maria

Nossa Igreja dedica o mês de maio à Nossa Senhora e às devoções marianas.Tempo especial de graças e um convite para voltarmos nosso coração para Maria e deixar seu amor incondicional, sua ternura, sua força e fé nosso caminho. Maria representa nossa Mãe, advogada, intercessora diante de Deus.


“No céu, Maria impera os anjos e os bem-aventurados. Como recompensa da sua profunda humildade (Lc 1,48), é vontade do Altíssimo, que exalta os humildes (Lc 1,52), que o Céu, a Terra, e os infernos obedeçam, livre ou forçadamente, às ordens de Maria”.


Uma passagem bíblica que mostra o amor maternal e a de Nossa Senhora e realça sua força de intercessora é percebido nas Bodas de Caná. Quando percebeu que faltou vinho, sussurrou no ouvido do seu Filho e quase sem pedir, apenas sugerindo o milagre da transformação da água em generoso vinho.


Com insistência materna faz um apelo à humanidade:“Rezem o terço todos os dias para alcançar a paz para o mundo e o fim da guerra.” Assim Maria mostra o caminho que conduz ao amor e a serenidade do coração para a caminhada na estrada de Jesus.


Maria é mãe de Jesus, mãe da Igreja Católica e nossa mãe. Com seu silêncio e humildade acompanhou Jesus desde seu primeiro dia até nos seus dias de sofrimento.

Seu amor incondicional, sua ternura, sua força e fé nos mostram o quanto podemos suportar diante das aflições da vida e o quanto o ato de ser mãe é uma dádiva na vida das mulheres. Maria não é só mãe de Jesus, mas também mãe da Igreja Católica. Acompanhou seu filho do primeiro até o último dia de sua vida e sempre esteve em seu coração nos momentos mais difíceis da sua jornada.

                                                                                                                                                     Vanessa de Lima