17/12/2020 10:32

Natal, a Manifestação do Filho de Deus

Há quem pense que no Natal nos celebramos o “Aniversário de Jesus”. A intenção pode não ser má, mas essa não é a verdadeira essência do Natal.

Você quer descobrir qual é? Então, continue lendo este post.

Na Sagrada Escritura, podemos perceber o quanto Deus manifestou o seu poder e o seu amor no decorrer de toda a história da humanidade. O Senhor sempre estendeu sua mão e seu braço forte nas maravilhosas obras em benefício do seu povo eleito.

No entanto, é na Encarnação do Verbo Divino, que Deus age de modo pleno e total, fazendo-se pessoalmente presente em Jesus Cristo. Este é o cume, o centro e a finalidade da revelação e da ação de Deus.

Acontece que, quando celebramos a liturgia do Natal, nós não dizemos: “Há dois mil anos nasceu Jesus”, mas sim: "Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é Cristo Senhor!" (Lc 2, 11). Pois, ao celebrar tal grandioso Mistério na Liturgia o acontecimento do passado que marcou a humanidade definitivamente, torna-se presente no agora da nossa vida!

Assim, a Manifestação do Salvador se torna presente de forma concreta. Não é uma recordação, não é a repetição de um acontecimento. No hoje se faz presente o mistério da nossa salvação.

Que possamos viver este natal com essa certeza. Hoje, podemos acolher o Menino que em Belém nasceu em nossos corações através da Eucaristia. Hoje, a salvação entrou em nossas casas, pois nasceu Jesus, a luz do mundo!

Viva o Menino Jesus!