20/05/2019 08:37

Nossa Senhora: Ela conhece meu coração!

“Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Quando Isabel ouviu a saudação de Maria a criança pulou de alegria em seu ventre, e Isabel ficou cheia do Espírito Santo” (cf. Lc 2,39 –41)

Nestes dias de maio, em nosso Santuário, percebemos em destaque a imagem de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Sua figura é muito simples, já é da casa, mas de presença sobrenatural. Não está ali por acaso, Ela vem nos visitar. O que significa esta presença? Tanta coisa podemos pensar...

Maria estava grávida quando visitou sua prima Isabel. A Virgem Maria concebeu Jesus por obra do Espírito Santo. Alguns dias depois que Jesus nasceu, Maria e José – a família de Jesus – levou-O ao templo para ser apresentado ao Senhor. Foram abençoados por Simeão que, pelo Espírito Santo, revelou a Maria: “Este menino será causa de queda e soerguimento para muitas pessoas e provocará muitas contradições para que sejam revelados os pensamentos de muitos corações” (cf. Lucas 2,25-34).

Repare no jeito de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Ela traz num dos braços o Menino Jesus; com a outra mão toca o Coração do Menino: “Você conhece este coração?”, parece nos perguntar. O coração do Menino Jesus, no colo da mãe é o mesmo de Jesus adulto ferido de espinhos, mas chamejante de amor, o fogo do Espírito Santo. Agora observe o Menino Jesus: Ele aponta o dedo indicador para a mãe e com a outra mão indica o próprio coração: “Ela conhece o meu coração”, parece nos dizer. Nesta imagem, ainda menino já mostra para que vem ao mundo.

... Nos dias de maio não tem mais ovos de Páscoa nas lojas; para o mundo, o tempo da Páscoa passou. Na igreja, ainda entoamos “Jesus está vivo!” em cantos de Páscoa. Estamos celebrando a quinta semana da Páscoa. Durante as Missas as leituras das Sagradas Escrituras trazem notícias da Ressurreição: Jesus ficou ainda quarenta dias na terra e se manifestava aos discípulos, a Madalena e algumas mulheres, a Pedro, a Tomé, aos discípulos de Emaús... não se afastem... em breve recebereis a força do Alto.

Você consegue entender na Igreja a liturgia relatando aparições de Jesus ressuscitado e o destaque para Nossa Senhora do Sagrado Coração? Que leitura podemos fazer? Instalada como gosta, entre o altar e os bancos; perto do altar em que celebramos a entrega de seu Filho Jesus e próxima a nós... “Minha Mãe e tua mãe”, Jesus quer que reconheçamos.

“... Permanecer no amor.” Não esquecer a página do nosso Batismo que inicia uma história de eternidade, perder o fio da meada das sábias disposições de Deus. Neste ano, os ecos da ressurreição adentram o mês de maio para que nós meditemos diante da mãe de Jesus. Ela vem conferir o nosso coração. Com o gesto de apontar o coração do Menino, a nossa Senhora do Sagrado Coração nos revela: “Meu Filho quis lhes dar seu Coração para sempre”.
A Igreja é a imagem de Nossa Senhora. Na missa não deixe de receber Jesus hóstia viva, em corpo e sangue, o grande presente da ressurreição. Seja Igreja, divulgue: Jesus é o Senhor da Vida, o Senhor do nosso coração.

Dia 29 de maio é o dia de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Até o fim do mês, aos sábados, às 16h30, Ela reza o terço conosco. Apresentemos a Ela o nosso coração. Que pensamentos movem o nosso coração? Que a alegria da Ressurreição reavive a certeza do Espírito Santo em nós.

“Eia, pois, advogada nossa, esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei. Rogai por nós, santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém.”

Nanci Valença Hernandes