12/02/2021 08:55

Quaresma: tempo de conversão!

“Eis o tempo de conversão
Eis o dia da salvação
Ao Pai voltemos, juntos andemos
Eis o tempo de conversão!”

Como canta a tão popular música: quaresma é um verdadeiro tempo de conversão! Mas, será que nós já entendemos isso?

Muitos se referem a quaresma como um tempo “triste” dentro da Igreja, ou como a época de fazer penitência de doce e refrigerante. No entanto, quaresma é muito mais que isso! Durante esses 40 dias, Deus derrama graças muito especiais para a Igreja, não à toa, esse tempo é tão especial e essencial para nós.

A quaresma faz parte de uma espécie de “Pedagogia do Amor” ensinada pela própria Igreja, que como Mãe e Mestra deseja conduzir o coração do homem em direção ao Céu. Por isso, o tempo quaresmal é um tempo especial dedicado a uma renovação espiritual, tempo de vigilância e conversão. Neste tempo, somos convidados a passar 40 dias meditando a Paixão de Nosso Senhor.

Através da meditação da Dolorosa Paixão do Senhor, buscamos viver com Ele essa Paixão, deixando em cada trecho do calvário o homem velho com seus pecados, para que em fim, o homem novo possa ressuscitar na Páscoa, totalmente revestido do amor de Deus. Dessa forma, o sacramento da confissão é totalmente indispensável para uma boa vivência desse tempo santo.

Abandonar o homem novo não é uma tarefa fácil, exige esforço e sacrifício. É por isso que na quaresma buscamos fazer penitências. Através da prática do jejum, esmola e oração, abandonamos o homem velho e abrimos o nosso coração para a graça santificante de Deus!

Assim, passamos a buscar a vontade de Deus, e não a nossa própria vontade cheia de egoísmos e caprichos. A vivência da quaresma é uma verdadeira abertura do nosso coração ao Amor!

Que possamos viver esse tempo com essa intenção, a fim de que, passando pela cruz, gozemos da alegria da ressureição!