20/08/2019 10:00

São Bernardo de Claraval

São Bernardo de Claraval

Hoje, com muita alegria, celebramos São Bernardo: abade e doutor da Igreja.

Nascido no Castelo de Fontaine em 1090, perto de Dijon (França), pertencia a uma família nobre- a qual se assustou com sua decisão radical de seguir Jesus como monge cisterciense- e recebeu uma esmerada educação em história, literatura e latim.

Desde a infância, teve uma relação estreita com sua mãe, que durante sua gravidez teve uma visão sobre sua vida. Quando sua mãe morreu, o jovem voltou seus olhos para a Virgem Maria, por quem tinha uma forte devoção durante toda a sua vida. Compôs o “Lembrai-vos”, uma de suas mais belas orações marianas.

Seu nome significa “batalhador e valente”. Tinha uma incrível capacidade de persuasão com a qual levou centenas de homens aos pés de Cristo, incluindo toda a sua família. Foi conselheiro de reis e Papas e escreveu vários livros. Era conhecido como “o caçador de almas e vocações” e “o oráculo da cristandade”.

Em uma noite de Natal, no ano de 1111, Bernardo adormeceu. Em seu sonho apareceu a Virgem levando o Menino Jesus em seus braços e o oferecia para que o amasse e o fizesse ser amado pelos demais. Desde então, decidiu se dedicar a Deus e alcançar a santidade.

Para combater as tentações carnais, revolvia-se em gelo. Em 1112, ingressou no mosteiro cisterciense de Citeaux, fundado por São Roberto, Santo Alberico e Santo Estêvão Harding, e era o primeiro lugar onde se praticava rigorosamente a regra de São Bento. Santo Estêvão, que era o prior, aceitou Bernardo com alegria, porque não recebiam vocações há 15 anos.

Com apenas 25 anos, foi enviado como superior para fundar, com outros doze monges, um novo mosteiro em Champagne, ao qual chamou Clairvaux (Claraval – que significa vale claro).

Fundou cerca de 300 conventos e conseguiu que 900 homens professassem os votos. Um de seus discípulos, Bernardo de Pisa, chegou a se tornar Papa sob o nome Eugênio III.

Bernardo morreu no dia 21 de agosto de 1153, aos 73 anos, e tinha sido abade por 38. Foi canonizado em 1174 e proclamado Doutor da Igreja em 1830.

Que São Bernardo de Claraval alcance-nos por sua intercessão, a graça de compreendermos que a santidade está em ir além do mínimo, em estar à disposição, em querer fazer tudo e mais um pouco por amor. Tenhamos, pois, a certeza de que, se procurarmos ser fiéis, não nos há de faltar o alento necessário.

 

São Bernardo de Claraval, rogai por nós!