10/05/2022 09:00

São João de Ávila

Dia 10 de Maio é o dia dedicado à memória de São João de Ávila, santo e doutor de nossa Igreja. Nascido no final do século XV em Almodóvar del Campo, em Toledo, em uma família abastada. Foi muito desejado, já que o sonho de sua mãe era a maternidade. Desde pequeno, sempre se colocou em uma posição de penitência e sacrifício, se retirando para rezar e oferecer suas orações para os que necessitavam. 

 

Com apenas 14 anos começou a estudar direito em uma cidade afastada de sua antiga casa. Permaneceu ali por 4 anos, mas em uma festa, se sentiu incomodado e decidiu retornar às antigas práticas de sua infância. Abandonou os estudos e voltou para sua casa, adorando e bendizendo o Senhor, pedindo para que Jesus aumentasse a sua fé. 

 

Depois disso retornou aos estudos, mas com a Teologia e se tornou presbítero em 1526. Rezou a missa de sua ordenação pelas almas dos pais, que faleceram antes de vê-lo como sacerdote. A herança deixada pelos pais foi consumida pela caridade e esforçou-se em fornecer aos mais pobres o que era possível. 

 

A partir deste tempo, suas meditações e sermões arrastavam multidões. Seu conhecimento, contemplação, linguagem e testemunho tornou suas celebrações populares. Dizia que, se algum dia, a Bíblia desaparecesse, ele mesmo a escreveria de volta, pois já a conhecia por completo. Seu trabalho evangelizador foi consagrado pela Palavra de Deus e com entendimento e acessibilidade, tornava-a palpável na vida de quem o acompanhava. 

 

Inúmeros foram os frutos deste grandioso santo, e apesar de penosas perdas e tribulações, ele permaneceu fiel até o fim. Mesmo encarcerado, permaneceu a clamar pelas almas e assim viveu, em toda a sua vida. 

 

Juntou-se ao Senhor em 1569, beatificado em 1894, canonizado em 1970 e inserido na lista de Doutores da Igreja em 2011. 

 

“A causa que em maior medida estimula o nosso coração ao amor de Deus é considerar profundamente o amor que Ele teve por nós. Este, mais que os benefícios, estimula o coração a amar; porque aquele que presta um benefício a outro, dá-lhe algo que possui; mas aquele que ama, á-se a si mesmo com tudo o que tem, sem que lhe reste algo mais para dar”.

 

São João de Ávila, rogai por nós!