26/01/2019 10:00

São Timóteo  

São Timóteo nasceu em Listra, onde São Paulo o encontrou na primeira viagem. Foi um dos primeiros a se converter ao Evangelho. Timóteo foi educado na religião hebraica pela mãe, Eunice, e pela avó, Lóide. Desde pequeno tinha um grande amor às Escrituras. Acompanhou São Paulo em várias cidades: Filipos, Tessalônica, Atenas, Corinto, Éfeso e até Roma. Por meio dele Paulo tinha, com maior facilidade, contato com as comunidades cristãs.

Sua vida foi marcada pela evangelização, pela santidade de São Paulo e também de São João Evangelista. A respeito dele, certa vez, São Paulo escreveu em uma de suas cartas: “A Timóteo, filho caríssimo: graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, Nosso Senhor!” (II Timóteo 1,2).

Nesta carta, vamos percebendo que ele foi fruto de uma evangelização que atingiu não somente a ele, mas também sua família: “Quando me vêm ao pensamento as tuas lágrimas, sinto grande desejo de te ver para me encher de alegria. Confesso a lembrança daquela tua fé tão sincera que foi primeiro a de tua avó Lóide e de tua mãe, Eunice e, não tenho a menor dúvida, habita em ti também”. (II Timóteo 1,4-5) por isso, São Paulo foi marcado pelo testemunho de São Timóteo, que se deixou influenciar também por São Paulo.

Timóteo foi o discípulo exemplar: obediente, discreto, corajoso, trabalhador.

A morte de São Timóteo é a comprovação de sua fidelidade a Cristo, ao Evangelho e a seu mestre Paulo. Ocorria uma grande festa regional, na qual o povo prestava culto à deusa Diana. Timóteo foi até o centro onde se prestaria o culto e fez um discurso incisivo, mostrando que o culto a Diana era vazio e não trazia benefícios reais ao povo. Mas os líderes do culto pagão incitaram o povo e Timóteo foi morto a pedradas, pancadas e pauladas. Assim, entregou sua vida por Jesus e pelo Evangelho. Por sua fidelidade a Paulo, sua festa acontece no dia 26 de janeiro, um dia depois da festa de São Paulo.

 “Pai de amor, que escolheste Timóteo para ser um grande apóstolo, convertei-nos também a nós e inspirai-nos gestos de renovação da sociedade e das nossas comunidades eclesiais. Por Cristo nosso Senhor. Amém.”

São Timóteo, rogai por nós!