Devoção às Almas

Novena Perpétua pelas Almas

Novena Perpétua pelas Almas

Caro leitor, você certamente conhece o Santuário das Almas em São Paulo, não? Pertinho da estação Armênia de metrô, de acesso muito fácil, a cada segunda-feira nossa igreja se enche de devotos. Vêm para se confessar, para acender velas e fazerem suas orações ou vem para um dos seis horários de missa que há nesse Santuário.

Inúmeros são os relatos das graças alcançadas nesta igreja, isso sem falar da paz que os que por ali passam sentem ao entrar nesse templo, seja para uma breve oração, seja para participar dos sacramentos.

Entretanto, chama a atenção dos que vêm especialmente às segundas-feiras que, em quase todos os horários de missa nesse dia os fieis são convidados, logo no início da celebração, a rezarem a NOVENA PERPÉTUA PELAS ALMAS.

De onde veio isso? Qual sua origem?

A oração pelas Almas do Purgatório está ligada de certa forma ao modo de ser dos Missionários do Sagrado Coração, que é a Congregação Religiosa dos padres que servem ao Santuário das Almas. Nos primeiros anos de vida dessa Congregação, o Pe. Victor Jouet iniciou em Roma esta Arquiconfraria do Sagrado Coração de Jesus em Sufrágio das Almas, da qual fazemos parte, com o objetivo de rezar pelos falecidos. Fez isso motivado pelas afirmações do Coração de Jesus à Santa Margarida Maria, relacionadas a importância de se rezar pelos falecidos.

Assim, uma das práticas adotadas pela Arquiconfraria era a oração da "Novena do De Profundis". Esse nome faz alusão ao salmo 129, que é rezado mormente pelos falecidos, que em latim inicia com a frase "De profundis clamo ad Te, Domine!" ("Das profundezas clamo a Vós, Senhor!"). Com o passar dos anos o texto dessa novena foi sendo adaptado para uma melhor compreensão do tema do Purgatório e da morte cristã, até chegarmos ao texto atual. Originalmente era realmente uma novena, que sempre terminava no dia 2 de cada mês. Depois, pela grande procura, passou a ser uma novena perpétua, isto é, que não tem fim, que rezamos todas as segundas-feiras.

Além de ser um texto belíssimo, não podemos negar a sua eficácia. Não há maior nem melhor sufrágio pelos falecidos que a Santa Missa. Os testemunhos dos santos são numerosos em afirmar que a cada Eucaristia muitas graças são derramadas sobre os vivos e os mortos.

Você já conhecia essa novena? Já esteve presente no Santuário quando a rezamos? Venha participar com a gente! Convide seus conhecidos, ajude-nos a fazer mais conhecida essa devoção. As Almas necessitam de nossas preces, e, sem dúvida, Deus recompensará essa nossa caridade. Esperamos você no Santuário das Almas!